CCIABM
CCIABM
Início » Notícias » Brasileira ETH Bioenergia pretende produzir biocombustível em Angola e em Moçambique

Notícias

Brasileira ETH Bioenergia pretende produzir biocombustível em Angola e em Moçambique

6 de julho de 2011

 

São Paulo, Brasil, 24 Jun – A empresa brasileira ETH Bioenergia, do grupo Odebrecht, pretende construir unidades de produção de biocombustível em Angola e Moçambique.Sendo que ainda está a ser analisada a possibilidade de expansão para a Colômbia ou o México, afirmou à Agência Estado o presidente da empresa.

José Carlos Grubisich disse à agência que se trata de projetos novos, que estão a ser estudados “não havendo ainda nada de positivo que me permita dizer que estão prontos para a tomada de uma decisão”.

De acordo com Grubisich, a estratégia da ETH Bioenergia de focar a produção de etanol a partir de cana-de-açúcar e de energia elétrica a partir do bagaço de cana deve ser mantida nos primeiros projetos no exterior, com a exceção de África, onde poderá também ser produzido açúcar.

“Em África ainda existe uma procura de açúcar que não encontra resposta na produção local”, salientou.

Até ao final do ano, a ETH Bioenergia vai iniciar as operações das duas últimas de nove unidades previstas para a primeira etapa de crescimento no Brasil – a Costa Rica, em Mato Grosso do Sul, e a Água Emendada, em Goiás, onde investiu mil milhões de reais em cada uma.

Para dar resposta à procura de cana-de-açúcar das nove unidades, a ETH Bioenergia plantará até 120 mil hectares por ano nos próximos dois anos, projetando a empresa atingir uma produção de etanol de 1 400 milhões de litros em 2011/2012, contra uma produção de 600 milhões de litros em 2010/2011.

 

Fonte : Adaptação Macauhub.