CCIABM
CCIABM
Início » Notícias » Banco de Moçambique quer aumentar instituições bancárias no país

Notícias

Banco de Moçambique quer aumentar instituições bancárias no país

10 de fevereiro de 2015

download

O Banco de Moçambique (BM) pretende aumentar o número de instituições bancárias em Moçambique e diversificar os serviços prestados à população, anunciou hoje o governador do banco central moçambicano, Ernesto Gove.

Falando no âmbito da sessão de abertura do conselho consultivo do BM em Maputo, Ernesto Gove, disse que, só no ano passado, foram abertos 52 balcões em vários locais do país, passando de 520 agências bancárias para 572 em todo território moçambicano.

“Conforme temos vindo a observar, o telemóvel, para além de constituir um meio de comunicação de massas, constitui hoje um importante instrumento de alargamento do raio de atuação das instituições de crédito e sociedades financeiras, possibilitando a diversificação da gama de serviços e produtos financeiros oferecidos aos seus clientes e expandindo assim a intermediação financeira”, disse o governador, citado pela Agência de Informação de Moçambique (AIM).

Segundo Ernesto Gove, desde o ano passado, o país passou a dispor de mais quatro balcões de microbancos em várias regiões, passando de 33 balcões para 37 em todo território moçambicano.

Ao mesmo tempo, oito agências cooperativas de crédito foram abertas em todas capitais provinciais, totalizando 617 em todo o país. O governador anunciou ainda que o BM registou mais 52 novas instituições de microcrédito, passando de 233 para 285 em todo país.

Ernesto Gove disse também que o BM continua desenvolvendo ações para o reforço institucional, no contexto da Estratégia para o Desenvolvimento do Setor Financeiro , que pretende aumentar o conhecimento do público sobre o sistema financeiro.

Fonte: Adaptada do site Jornal Noticias.